Google+ (Google Plus)

Ajude a divulgar o MyTraceLog clicando no botão +1.

21 de julho de 2011

Criando um banco de dados com o DBCA no Oracle 11g R2

É com grande satisfação que vou apresentar como criar um banco de dados usando o DBCA (Database Configuration Assistant) no Oracle 11g R2 x86_64. O DBCA é um assistente em modo gráfico para criação, configuração e remoção de banco de dados. O objetivo deste artigo é apresentar uma ferramenta que pode ajudar e muito a vida do DBA Júnior, DBAs mais experientes podem preferir criar o banco via linha de comando.

Muitos não utilizam o banco de dados Oracle por não saber como instalar e configurar, e ainda acham que é uma tarefa altamente complexa, e quando se fala que o Oracle vai rodar no Linux, tem mais medo ainda... Esse artigo é justamente para quem usa o Windows 7 e gostaria de começar a trabalhar com Oracle e ainda não é familiarizado com Linux, creio que temos uma grande porção que se encaixa nesse perfil. A distribuição Linux utilizada é o CentOS 5.6 x86_64 instalada em uma VM do VirtualBox.

Para quem gostaria de acompanhar desde o inicio do processo, leia os artigos:
  1. Criando uma VM CentOS no Virtualbox
  2. Instalando o CentOS 5.6 em uma VM do Virtualbox
  3. Instalando o Oracle 11g R2 na VM CentOS 5.6
  4. Criando um Listener com o NETCA no Oracle 11g R2
  5. Criando o sqlnet.ora com o NETCA no Oracle 11g R2

Antes de criar o banco de dados, um requisito importante é ter um Listener sendo executado, para criar o Listener siga o artigo do passo 4. Caso já tenha o Listener apenas inicie:
[oracle@mytracelog ~]$ lsnrctl start

Agora com o Listener no ar, vamos criar o banco:
  1. Inicie o DBCA.
  2. [oracle@mytracelog ~]$ dbca
    
    dbca01.png
  3. É apresentado o assistente, click em Próximo.
  4. dbca02.png
  5. Selecione a opção Criar um Banco de Dados.
  6. dbca03.png
  7. Deixe marcado Finalidade Geral ou Processamento de Transação.
  8. dbca04.png
  9. Preencha o Nome do Banco de Dados Global como mytracelog.localdomain e SID como mytracelog.
  10. dbca05.png
  11. Mantenha as opções e click em Próximo.
  12. dbca06.png
  13. Click em Usar a Mesma Senha Administrativa para Todas as Contas, utilize mytracelog como senha. Importante, não adote isso como prática em um servidor de produção.
  14. dbca07.png
  15. Mantenha as opções e click em Próximo. Multiplexar Redo Logs e Arquivos de Controle serão feitos depois em um outro artigo.
  16. dbca08.png
  17. Modifique o Tamanho da Área de Recuperação Flash, defina 3072 (3 GB).
  18. dbca09.png
  19. Marque a opção Exemplos de Esquema, é sempre bom ter uma base para fazer testes.
  20. dbca10.png
  21. Na aba Memória, defina o Tamanho da Memória (SGA e PGA) em 1024 (1 GB).
  22. dbca11.png
  23. Na aba Conjuntos de Caracteres, marque a opção Utilizar Unicode (AL32UTF8).
  24. dbca12.png
  25. Nesta tela, podemos especificar parâmetros de armazenamento, vamos deixar os valores padrões, click em Próximo.
  26. dbca13.png
  27. Click em Finalizar para iniciar a criação do banco.
  28. dbca14.png
  29. Criando o banco...
  30. dbca15.png
  31. Banco criado com sucesso! É apresentado o endereço do Enterprise Manager (EM) que neste caso é https://mytracelog:1158/em
  32. dbca16.png
O próprio DBCA gera o tnsnames.ora.

Para verificar o tnsnames.ora:
[oracle@mytracelog ~]$ vi $ORACLE_HOME/network/admin/tnsnames.ora

Arquivo tnsnames.ora:
# tnsnames.ora Network Configuration File: /u01/app/oracle/product/11.2.0/db_1/network/admin/tnsnames.ora
# Generated by Oracle configuration tools.

MYTRACELOG =
  (DESCRIPTION =
    (ADDRESS = (PROTOCOL = TCP)(HOST = mytracelog)(PORT = 1521))
    (CONNECT_DATA =
      (SERVER = DEDICATED)
      (SERVICE_NAME = mytracelog.localdomain)
    )
  )




Agora com o banco criado podemos acessar o EM e o sqlplus.

Para acessar o EM vamos utilizar o firefox, para entrar use o login sysman e senha mytracelog:
[oracle@mytracelog ~]$ firefox https://mytracelog:1158/em

Para acessar o sqlplus:
[oracle@mytracelog ~]$ sqlplus / as sysdba

Para baixar o banco pelo sqlplus:
SQL> shutdown immediate;

Para sair do sqlplus:
SQL> exit;

Para finalizar o EM:
[oracle@mytracelog ~]$ emctl stop dbconsole

Para finalizar o Listener:
[oracle@mytracelog ~]$ lsnrctl stop

Após reiniciar a máquina, terá que iniciar de forma manual o Listener, o banco e o EM.

Para iniciar o Listener:
[oracle@mytracelog ~]$ lsnrctl start

Para iniciar o banco pelo sqlplus:
[oracle@mytracelog ~]$ sqlplus / as sysdba
SQL> startup;
SQL> exit;

Para iniciar o EM:
[oracle@mytracelog ~]$ emctl start dbconsole

Para quem chegou até aqui parabéns! Afinal, criar um banco não foi tão difícil quanto você imaginava. Neste artigo foi apresentado como criar um banco por meio do DBCA utilizando uma configuração básica. Apesar de não ter apresentado, ao criar um banco é possível configurar parâmetros de inicialização, ativar o archive log, multiplexar os redo log files, multiplexar os control files, e dentre outras coisas. Esses assuntos serão abordados em artigos futuros.

Gostou do artigo? Ajude a divulgá-lo clicando no botão +1

14 comentários:

  1. Muito bom Sakamoto, você esta de parabéns pelo seu Blog e pelas informações postadas!
    Sei o quanto demanda tempo e vontade para ficar postando essas imagens de passo a passo. Se precisar de algo, pode contar comigo.

    Um abraço

    William do Carmo
    http://aprenderoracle.com

    ResponderExcluir
  2. Seu blog já está no favoritos e no meu leitor de rss!!!!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela visita William !

    O Blog ainda está no começo, logo logo começarei a postar artigos mais avançados, por enquanto postei artigos de instalação e configuração para montar o ambiente.

    O seu Blog é muito bom, sempre acompanho via feed...

    Abraços

    Sakamoto

    ResponderExcluir
  4. Muito Obrigado Sakamoto! Consegui subir o ambiente 100%!

    Att,
    Everton Ventura

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pela visita Everton!

    Att,

    Sakamoto

    MyTraceLog - Registro de um DBA
    http://mytracelog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Realmente, o blog e muito bom mesmo. Ajuda e muito. Porem, tentei instalar o Oracle em um ambiente virtualizado vmware @ CentOS 5.8 e quando starto o dbca, no final da instalacao da varios erros ORA como ora 09925, 01017, 01031, 01012 e por ai vai......

    ResponderExcluir
  7. Olá Thiago Magalhaes,
    Esses erros parecem estar relacionados a permissão, na instalação do Oracle foi executados os scripts com o usuário root ?

    Att,

    MyTracelog - Registro de um DBA
    http://mytracelog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. estou usando apenas win 7, como faço para resolver as partes finais? Parar serviços e banco, etc... Pois estou tentando conectar através do SQL Developer e aparece:
    Status : Com FalhaFalha no teste: Listener refused the connection with the following error:ORA-12519, TNS:no appropriate service handler found 

    ResponderExcluir
  9.  Olá Christian,

    O Oracle no Windows é bem diferente. O listener e o banco são gerenciados através do serviço do windows. Pela mensagem de erro o listener não está online.

    Execute o services.msc e inicie os serviços: OracleOraDb11g_home1TNSListener e OracleService

    Att,

    Mytracelog - Registro de um DBA
    http://mytracelog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Primeiramente,  parabéns pelo tópico.

    Estou com um outro problema, se puder me ajudar agradeço. Tenho um template (.dbt), mas não estou conseguindo fazer o dbca "enchergá-lo". O que devo fazer? Estou instalando Oracle 11 gr2 em Windos Server 2008

    ResponderExcluir
  11. Olá Yuri,
    O template para ser reconhecido pelo dbca deve estar em:
    %ORACLE_HOME%\assistants\dbca\templates
    Onde está o seu template?
    Att,
    Mytracelog - Registro de um DBAhttp://mytracelog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá primeiro gostaria de parabenizar pelo seu blog, e pedir ajuda pois, segui seus passo e quando vou criar um banco, no momento da finalização estou recendo o erro: ORA-12547: TNS:lost contact durante a criação, caso ignore o mesmo no momento de realizar o login via sqlplus não estou conseguindo o mesmo, poderia me auxiliar nesse caso?

    Att.
    Rudinei Nunes Costa

    ResponderExcluir
  13. Respondendo meu próprio questionamento, criei a VM do CentOS novamente e acrescentei mais espaço de RAM e HardDisk, e realizei a instalação do oracle novamente e finalmente consegui finalizar a mesma.

    Mais uma vez excelente blog, parabéns.

    abs

    Att.
    Rudinei Nunes Costa

    ResponderExcluir
  14. Olá Rudinei,

    Ainda bem que você conseguiu resolver o problema, só vi a sua mensagem hoje.

    Obrigado pela visita, se precisar é só postar.

    Att,

    Mytracelog - Registro de um DBA
    http://mytracelog.blogspot.com

    ResponderExcluir

Gostou do artigo ? Então comente...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

FeedBurner

DiHITT

BlogToplist

 
Voltar ao Topo